quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

27 curiosidades sobre Lucas Cristovam


1) Cristovam não é meu sobrenome. Lucas e Cristovam são dois nomes e “de Barros (materno) Damasceno (paterno)” são meus sobrenomes. O Cristovam foi herdado do meu avô.

2) Eu sofro de insônia. É terrível, não queiram. Mas a parte boa é que me sinto mais criativo nessas horas.

3) Bem, complementando o 2, sou mais noturno que diurno.

4) Adoro o silêncio. Odeio lugares barulhentos. Sempre me senti confortável com o primeiro e irritado com o segundo.

5) Sou extremamente paciente (“A paciência é uma virtude” é meu ditado preferido) e calmo, sendo que raramente perco a cabeça, mas quando isso acontece, eu explodo.

6) Eu sou fanático por Quadrinhos e estudo tudo relacionado desde que me entendo por gente.

7) Sou Quadrinista também, e tenho uma série de tiras seriadas chamada “Nick Felix, o Detetive”.

8) Tenho mais de 185 cm de altura, sendo que a última vez que me medi foi em Junho de 2015, ou seja, faz tempo...

9) Adoro esportes de fora, sendo que meus preferidos são o Futebol Americano (torço pro Green Bay Packers), o Beisebol (torço pro New York Yankees) e o Hóquei no Gelo (torço pro Tampa Bay Lightning).

10) Também sou apaixonado por automobilismo, sendo que minhas “ligas” preferidas são a Fórmula 1 e a NASCAR. Não tenho torcida fixa nesses esportes, gosto mais de analisar cada piloto.

11) Sou EXTREMAMENTE apaixonado por Pro-Wrestling. O que mais me chama a atenção são as histórias criadas pros lutadores. Minha “liga” preferida é o WWE.

12) Sou Designer Gráfico, e minha paixão é e sempre será a tipografia. Conheço e reconheço muitas fontes apenas olhando pra cada uma delas.

13) Não sirvo pra tirar fotos e a que ilustra a postagem mostra claramente que as minhas melhores são as que tiram quando estou distraído.

14) Sou leitor compulsivo e leio tudo que colocam na minha frente. Mas se a coisa for desinteressante, rapidamente a vontade se esvai.

15) Sou muito curioso. Isso é engraçado, pois eu me interesso pelas coisas mais estranhas da vida como, por exemplo, como funciona um fio elétrico em um poste (é sério, eu já parei um cara pra perguntar isso).

16) Adoro jogos de tabuleiro estratégicos, sendo que meus preferidos são Xadrez, Shogi e Go.

17) Minha comida preferida é macarrão com carne moída.

18) Não gosto de celulares. Aliás, o que mais ouço é “Você só fica me ignorando no WhatsApp!”

19) Sou muito caseiro e prefiro meu quarto a qualquer outro lugar do mundo.

20) Eu escrevo corretamente na internet. Acentuações, pontuações, etc., você sempre vai ver isso.

21) Eu tenho Síndrome do Pedantismo Gramatical. Se eu vejo um erro de Português (ou de qualquer outra língua), sinto vontade incontrolável de corrigir.

22) Aproveitando a 21, sou poliglota. Sei falar Português, Inglês e Espanhol e sei ler/escrever Alemão, Francês e Italiano.

23) Sou autodidata no aprendizado. Depois do Inglês, estudei todas as outras línguas por conta própria. E todo resto de conhecimento, adquiri por conta própria também.

24) Adoro enigmas e passo horas resolvendo-os.

25) Minha matéria preferida sempre foi Matemática.

26) Eu prezo o conhecimento, e sinto prazer em conhecer e descobrir coisas novas. Pessoas inteligentes me atraem, principalmente sendo quem elas são, agindo naturalmente.

27) Eu não sei mentir. Se você me ver engasgando ou evitando olhar nos olhos (eu faço muito isso), pode crer que estou com medo e que vou acabar contando a verdade.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Estou literalmente Gexciado

Há alguns dias, falei para vocês que estou jogando Gex: Enter the Gecko, um jogo bem clássico para PlayStation.

O problema é que a voz desse personagem fica impregnada na sua cabeça.

Descobri que ela foi gravada pelo famoso Dana Gould.


E alguém adicionou todas as frases num vídeo do YouTube.

O jogo é completamente cheio de referências. Star Wars, Star Trek, Rocky, Indiana Jones, e até Michael Jackson não escaparam da lista. Confiram a tradução de algumas das frases que eu mais gosto no jogo:

"It's tail time!" ("É hora da cauda!")

"Luke, at this speed, will you be able to pull out in time?" ("Luke, nessa velocidade, você acha que vai conseguir escapar a tempo?")

"Hey, Scooby! Let's get back to the Mystery Van." ("Ei, Scooby! Vamos voltar pra Van do Mistério.")

"Spock, do you read me?" ("Spock, tá na escuta?")

"My name is Forrest GEX!!" ("O meu nome é Forrest GEX!!")

"Beat it!" ("Vaza!")

"Sorry, I only cry at weddings!" ("Foi mal, mas eu só choro em casamentos!")

"He's dead, Jim..." ("Ele está morto, Jim...")

"Viva Las Vegas!! ... Wait? This isn't Vegas!?" ("Viva Las Vegas!! ... Espera? Aqui não é Vegas!?")

"What do you mean Darth Vader was my father?!" ("Como assim o Darth Vader era meu pai?!")

"Eh... Whassup, Doc?" ("Eh... O que é que há, velhinho?")

"Licking my way to the top!" ("Lambendo meu caminho pro topo!")

Não só bastam as frases serem repletas de referência, mas as fases também são. Algumas delas são:

www.dotcom.com (www.pontocom.com)

Mao Tse Tongue (Mao Tse Língua, trocadilho entre Tong e tongue)

The Umpire Strikes Back (O Juíz Contra Ataca)

Honey I Shrunk the Gecko! (Querida, Eu Encolhi a Lagarta!)

Poltergex

Samurai Night Fever (Os Embalos de um Samurai à Noite)

Gex: Enter the Gecko é definitivamente um dos jogos que eu nunca vou me cansar de jogar. Ainda mais com todas essas referências.

Como é um jogo de PlayStation, se vocês quiserem jogar, terão de, primeiro, pegar um emulador (a não ser que você tenha o próprio console). Recomendo o pSX Emulator, que você pode baixar clicando no link. Já o jogo, você encontra nesse aqui.

"Oh, yeah! It's tail time!!"


terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Desabafo de um colecionador

Quando me mudei para o Rio Grande do Norte, há quase um ano, trouxe comigo uma parte da minha coleção de quadrinhos.

Em um ano, a coisa aumentou de forma surreal, e hoje você vê livros espalhados por todo o quarto.

Tem em cima da mesa...


... no armário...


... na prateleira suspensa...


... e até dentro do meu armário de roupas.

Atualmente estou colecionando alguns quadrinhos: Naruto Gold, Dr. Slump, Mob Psycho 100, Lobo Solitário, Star Wars/Star Wars: Darth Vader, Gavião Arqueiro, Arqueiro Verde e Aquaman (todos encadernados). Consegui reduzir bem os gastos com quadrinhos, e os encadernados são uma baita de uma vantagem por sair de tempos em tempos com várias edições juntas.

É... Eu creio que vou sempre colecionar essas coisas.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

"O Salto"

Música d'O Rappa, do álbum O Silêncio Q Precede o Esporro (2003). Neste link, existe uma interessante análise sobre a letra da música.


O Rappa: O Salto

As ondas de vaidade inundaram os vilarejos
E minha casa se foi como fome em banquete
Então sentei sobre as ruínas
E as dores como o ferro, e a brasa e a pele
Ardiam como o fogo dos novos tempos

E regaram as flores do deserto
E regaram as flores com chuva de insetos
E regaram as flores do deserto
E regaram as flores com chuva de insetos

Mas se você ver em seu filho
Uma face sua e retinas de sorte
E um punhal reinar como o brilho do Sol
O que farias tu?
Se espatifaria ou viveria
O espírito santo?
Se espatifaria ou viveria
O espírito santo?

Aos jornais
Eu deixo meu sangue como capital
E às famílias um sinal
Aos jornais
Eu deixo meu sangue como capital
E às famílias um sinal
À corte eu deixo um sinal

E regar as flores do deserto
E regar as flores com chuva de insetos

As ondas de vaidade inundaram os vilarejos
E minha casa se foi como fome em banquete
Então sentei sobre as ruínas
E as dores como o ferro, e a brasa e a pele
Ardiam como o fogo dos novos tempos

Mas se você ver em seu filho
Uma face sua e retinas de sorte
E um punhal reinar como o brilho do Sol
O que farias tu?
Se espatifaria ou viveria
O espírito santo?
Se espatifaria ou viveria
O espírito santo?

Aos jornais
Eu deixo meu sangue como capital
E às famílias um punhal, um sinal, sinal
Aos jornais
Eu deixo meu sangue como capital
E às famílias um punhal
À corte eu deixo um sinal

E regaram as flores do deserto
E regaram as flores com chuva de insetos
E regaram as flores do deserto
E regaram as flores com chuva de insetos
E regaram as flores do deserto
E regaram as flores com chuva de insetos
E regaram as flores do deserto
E regaram as flores com chuva de insetos

domingo, 14 de janeiro de 2018

"Aviões": que filme massa!


Enquanto comia pizza acompanhado de minha namorada, assistimos Aviões, da Disney.

De começo, achei que seria um Carros só que com o avião no lugar do Relâmpago McQueen. Acontece que foi completamente diferente!

Aviões conta a história do avião pulverizador caipira Dusty Voorasante (escrito assim mesmo, traduzido do inglês "Crophopper"). Dusty sonha em ser um avião de corrida, mas ele não tem o apoio de ninguém para isso. Chug, um caminhão verde amigo, é o único que o apoia. Em segredo, ele treina Dusty para as corridas. Dusty consegue entrar para o campeonato e... Bem, se eu continuar, acabo contando o filme inteiro para vocês!

Pois eu não vou falar mais nada, apenas o meu já clássico assistam!

Até amanhã!